Booking revela as principais causas de angústia nas viagens de negócios

Booking revela as principais causas de angústia nas viagens de negócios

Um em cada quatro viajantes de negócios passam por estresse nas viagens

Embora existam muitas vantagens e oportunidades nas viagens a trabalho, pesquisa global divulgada na terça-feira (14.06.16) pela Booking revela que os viajantes de negócios também navegam por uma gama de cenários que os deixam preocupados e ansiosos, antes mesmo de começar as reuniões importantes e o trabalho de fato.

A pesquisa comissionada conduzida pela Booking, entre 29 de janeiro e 11 de fevereiro de 2016, com 4.555 homens e mulheres, entre 18 e 65 anos de idade, que viajaram internacionalmente a negócios quatro vezes ou mais no ano passado pelos EUA, Reino Unido, Alemanha, França, Espanha, Japão, China e Itália, revela que os maiores fatores de estresse para eles vêm da logística da viagem, com nove em cada 10 (93%) se sentindo estressado em algum momento da jornada. Atividades como planejamento pré-viagem, reserva de hospedagem, decisão sobre transporte e gestão de despesas combinadas com a falta de tempo para dormir deixam os viajantes de negócios cansados e tensos.

ABORRECIMENTOS NO AEROPORTO
Embora muitos dos turistas se sintam animados com a perspectiva de passar tempo em um aeroporto e ir às lojas duty-free, os aeroportos são a maior causa de preocupação para aqueles que viajam internacionalmente a trabalho. Os atrasos e cancelamentos estão no topo da lista, com a metade (47%) dos viajantes de negócios reclamando sobre isso. Como seria de esperar, jet lag (35%) e as filas de segurança dos aeroportos (34%) também são detestados por esse tipo de viajante. Embora este seja um sentimento compartilhado mundialmente, os alemães são os que menos gostam das filas de segurança (42%), enquanto os chineses são mais compreensivos, com apenas um em cada cinco (20%) classificando tais filas como uma de suas coisas menos favoritas durante viagens de negócios internacionais.



Booking.com

PROBLEMAS NO DESTINO
A pesquisa mostra que as preocupações não terminam no aeroporto, com um em cada quatro (26%) se sentindo ansioso sobre barreiras linguísticas chegando no seu destino, um em cada cinco sentindo desconfortável sobre estar em ambientes desconhecidos (20%) e 17% preocupados com normas e diferenças culturais. Os viajantes japoneses são os mais preocupados com as barreiras linguísticas, com quase metade (45%) dizendo que este é um fator estressante. Enquanto os viajantes de negócios chineses são mais tolerantes quanto às filas do aeroporto, eles estão mais preocupados do que outros países sobre as normas e as diferenças culturais no país que estão visitando (37%).

VIAJANDO SOZINHO
Embora as viagens de negócios possam ser emocionantes e cheias de oportunidades, às vezes elas podem ser solitárias, com muitos dos entrevistados dizendo que sentem falta da família, amigos e da vida doméstica no geral (34%). Na verdade, mais de um terço dos viajantes de negócios norte-americanos dizem que um dos principais pontos negativos das viagens de negócios internacionais é estar longe de seus familiares, amigos ou parceiros (38%).

Um em cada 10 viajantes (12%) de negócios passa menos de cinco horas sozinho em sua acomodação durante cada dia da viagem a trabalho. Em média, os viajantes de negócios passam 8,9 horas por dia sozinhos (incluindo as horas dormindo), quando viajam internacionalmente, e é talvez por isso que, contrário à sabedoria popular, muitos deles estão abertos a compartilhar a acomodação com um colega. Um em cada três (33%) dizem que compartilhariam a acomodação com um colega se eles também fossem amigos. Os viajantes de negócios chineses são mais abertos a compartilhar o quarto com um colega, enquanto apenas 8% disseram que isso é totalmente inaceitável. Já os viajantes de negócios japoneses são os que mais discordam disso, com mais da metade (57%) dizendo que é totalmente inaceitável.



Booking.com

-- --