Banco Central aumenta controle sobre operações de crédito

O Banco Central divulgou na quinta-feira (10.03.16) circular que amplia a base de dados do Sistema de Informações de Crédito (SCR), permitindo um controle maior das operações no setor.

A partir de 30 de junho de 2016, informações de clientes cujas operações totalizem mais de R$ 200 passam a ser disponibilizadas no sistema. Atualmente, essas informações são fornecidas para obrigações de valor igual ou superior a R$ 1 mil.

O SCR é um banco de dados e pode ser consultado pelos próprios clientes, pelo Banco Central e pelas instituições financeiras, desde que tenham autorização específica dos clientes.

A medida aumenta o número de clientes que poderão consultar os registros no sistema, além de permitir que as instituições financeiras ampliem sua capacidade de avaliação de risco de crédito. Com a ampliação a disponibilização de dados de clientes passa de 77 milhões para 115 milhões. Ou seja, 38 milhões a mais do que liberava o sistema.

Segundo o Banco Central, a alteração contribui para o aprimoramento das ferramentas que o Banco Central possui para monitorar o sistema financeiro, bem como para supervisionar e avaliar as condições econômico-financeiras das instituições e do mercado de crédito, sob as óticas micro e macroprudencial.

O SCR é alimentado mensalmente pelas instituições financeiras, mediante coleta de informações sobre as operações concedidas.