Fimec 2017 : Abicalçados vai promover FF Exchange e o Sistema de Operações Logísticas Automatizadas

FIMEC2017 FIMEC2017

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) vai realizar o FF Exchange e a apresentará o Sistema de Operações Logísticas Automatizadas (SOLA) em uma das maiores feiras da indústria de base do setor calçadista do mundo, a FIMEC – Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes, que acontecerá entre os dias 14 e 16 de março de 2017, nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo/RS.

FF Exchange
A FIMEC 2017 que deverá contar com mais 700 marcas de maquinários, couros, laminados, produtos químicos e tecnologias em geral, terá no segundo dia do evento (15.03.17), das 10h às 12h, a programação do FF Exchange, modelo de rodadas de negócios no formado speed dating – com três minutos de interação – entre curtumes e indústrias de calçados.

A iniciativa faz parte do programa Future Footwear, lançado em agosto de 2016, e que busca implementar os conceitos da manufatura avançada no setor através da criação de novos produtos, modelos de negócios e processos produtivos. “O FF Exchange é uma rodada de negócios que busca incentivar o relacionamento e a geração de negócios entre empresas compradoras e fornecedores”, explica a gestora de Projetos da Abicalçados, Roberta Ramos.

Para a ação estão confirmadas as participações de dez curtumes que participarão de rodadas rápidas de negociações com as dezoito marcas de calçados.

SOLA
Pelo segundo ano consecutivo, o SOLA será apresentado, na prática, durante a fabricação de calçados realizada na Fábrica Conceito, uma iniciativa que irá demonstrar o “chão de fábrica” em real time para os espectadores interessados nas mais recentes tecnologias de produção.

Com quatro linhas de produção, a Fábrica Conceito reunirá equipamentos e métodos produtivos modernos, que balizarão a indústria nos próximos anos, entre eles o SOLA, sistema que trabalha com a padronização e automatização dos processos produtivos, viabilizando a integração total da cadeia.

O assessor-executivo da Abicalçados, Igor Hoelscher, explica que a ferramenta tem o objetivo de integrar a cadeia produtiva no que tange a identificação, processos e troca eletrônica de informação (EDI – Eletronic Data Interchange) na linguagem global padrão GS1. “Para o funcionamento do SOLA, basta ter disponível qualquer sistema ERP e scanners para a leitura dos códigos de barras”, destaca Hoelscher, que lista como ganhos importantes da utilização do sistema a redução de custos e erros, eficiência e agilidade no despacho e rastreamento de mercadorias, melhorias de gestão e ganhos comerciais junto aos clientes.

Durante os quatro dias de evento, a Abicalçados terá um estande institucional onde fará a apresentação teórica do que estará sendo praticado nas quatro linhas de produção da Fábrica Conceito.

-- --