13º salário : especialista em crédito orienta para o melhor destino

Dinheiro cedulas 201604

Em mais um ano difícil para a economia, o décimo terceiro salário deverá ser destinado para quitar dívidas, especialmente as do cheque especial e cartão de crédito, que costumam ter maior peso nas contas dos consumidores. Essa medida, no entanto, pode não ser a melhor alternativa para quem está endividado. “É correto o pensamento de quitar dívidas e aliviar-se de juros, mas na ânsia de colocar as contas em dia, o consumidor pode se comprometer no futuro”, avalia o especialista em crédito, Luis Felipe Carchedi.

Segundo Carchedi, é comum as pessoas acabarem contraindo novos empréstimos sem um planejamento financeiro correto. Neste sentido, existem no mercado opções que podem ser alternativas mais eficazes para uma solução de longo prazo. Entre elas, ganha força o refinanciamento imobiliário, que possui prazo mais longo e menores taxas de juros. A vantagem, neste caso, é quitar todas as dívidas e concentrar em uma só conta, ficando mais fácil de administrar, além de mais econômico. São financiados até 60% do valor do imóvel dado em garantia com prazo de até 15 anos.

O produto também pode ser utilizado para quem busca recursos para financiar outros projetos de vida. O credito de Refinanciamento Imobiliário também tem sido concedido para empresários que desejam investir em seus negócios e profissionais liberais para o crescimento de seus escritórios e consultórios.

“O importante é fazer um planejamento financeiro para avaliar se, ao quitar todas as dívidas ao mesmo tempo, não poderá ocasionar futuros endividamentos e, dessa forma, só arrastar o problema para adiante”, complementa.

-- --